engajamento-vs-seguidores-1

Engajamento vs Seguidores

A ESPN fez uma matéria falando do número de seguidores das redes sociais dos times de futebol. E, infelizmente, fez como a imprensa costuma fazer.

Números não falam nada sozinhos. Um número isolado não quer dizer muita coisa. Segundo a matéria, o Corinthians tem a maior torcida nas redes sociais. O que não é nenhuma mentira. Mas esse número não serve para avaliar o desempenho das redes sociais, como já escrevemos aqui.

O número mágico das redes sociais é o engajamento. Os milhões de seguidores precisam interagir com os perfis oficiais.

O Flamengo tem a maior receita do país, mas nem por isso ele ganha o Brasileirão todo ano. O trabalho tem que ser bem feito dentro de campo.

Nas redes sociais também é assim, além de ter o maior número de seguidores, você precisa conseguir engajá-los. O seu conteúdo tem que ser bom o bastante para que sua torcida queira interagir.

Os 4 perfis mais seguidos, no Twitter, são Corinthians, Flamengo, São Paulo e Santos. E essa é a pontuação deles em julho de 2016:

Já no Facebook, o Palmeiras entra no lugar do Santos:

Como podemos ver nos gráficos de pontuação nas redes sociais, o Corinthians, mesmo tendo mais seguidores, não consegue ficar na ponta em nenhum dos gráficos. Mesmo pontuando bem, não conseguiram aproveitar a maioria e transformar isso em um primeiro lugar no ranking.

Existem vários fatores que podem ter causado isso. Não dá para avaliar com tanta precisão sem fazer um diagnóstico aprofundado. Não é possível nem dizer que o trabalho do Corinthians é ruim, nas redes sociais. Só não podemos usar números isolados para avaliar relatórios complexos.

Aqui no Futebol Retweet, vamos fazer análises mensais, para depois poder fazer um relatório anual, e chegar a uma avaliação mais profunda das redes sociais dos times brasileiros.

A imprensa pode até entrar em contato para fornecermos alguns dados e ajudarmos em uma avaliação mais precisa, nesse tipo de matéria.

Afinal, não é necessário o IBOPE para somar seguidores de redes sociais. E isso nem dá um bom panorama da efetividade dos clubes nelas.

Não está errado. Está raso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *